Cônsul Moçambique

Seja bem vindo ao Consulado da República de Moçambique em Minas Gerais no Brasil, 22 de setembro de 2017

Moçambique

Moçambique

27/08/2012 19:28:01 - Autor: Consulado Moçambique - Categoria:Moçambique Situado na África Austral, com mais de 20 milhões de habitantes, diferenciado por sua cultura é considerado um país rico em recursos naturais.Conheça mais sobre a Princesinha da África...

Para falar de Moçambique, vamos voltar no tempo. No século I, esta região começa a se povoar nas redondezas do Rio Zambeze, Vale e da Costa.

Nesta época, foram estabelecidas comunidades que eram responsáveis pela agricultura, assim como a conquista em territórios vizinhos. Em 1498 a marinha e o descobridor português,Vasco da Gama, colocaram os pés nestas terras, pouco depois os portugueses ocuparam Sofala, em 1506.

No início, Moçambique era governada como parte constituinte da Índia Portuguesa, e tornou-se mais tarde uma administração separada. Foi parte da África Portuguesa desde 1751, colônia portuguesa até 1951 e a partir daí, Província Ultramarina. No século XX começaram os primeiros focos da independência, esta situação preocupou as empresas estrangerias mineiras e madeireiras.

Supõe-se que os Humanóides tenham se fixado em Moçambique há 2 milhões de anos e os Homo Sapiens se estabeleceram na área há pelo menos 100.000 anos.

Os povos Bantu (assim chamados por seu grupo linguístico) teriam começado a migrar para a área há 2.000 anos, trazendo ferramentas do ferro e armas.

No fim do primeiro milênio, varias cidades evoluíam ao longo da costa de Moçambique, onde os Bantu negociavam com outras partes de África, do Oriente Médio e da Índia. A influência árabe nestes portos era forte e o suaíle era língua oficial do comércio.


A cobrança social foi crescendo ano após ano, e com isso surge a FRELIMO (Frente de Libertação de Moçambique), que os levaria a órgãos administrativos do país aos poucos, se convertendo em guerrilha. Em 1964, tem lugar a primeira grande campanha independentista, uma situação que se repetiu em outras colónias portuguesas como África e Angola.

No século XVII a supremacia do Monomotapa entrou em declínio, e os portugueses puderam mudar suas instalações para o norte da foz do Zambeze. O papel dos árabes cresceu no norte e o comércio de escravos se ampliou.


O país conseguiu a independência de uma guerra de libertação que durou cerca de 10 anos, em 25 de Junho de 1975. Com isso a FRELIMO e a RENAMO entraram na disputa pelo poder. A RENAMO - Frente de Resistência Nacional de Moçambique (financiado pelo governo do Apartheid Sul Africano) entrou na guerra civil.

A Frelimo abandonou aos poucos sua rigidez ideológica, a liberalização econômica se acelerou com o desmantelamento do Leste Europeu. No Congresso de julho de 1989, a Frelimo renunciou ao marxismo-leninismo.

O primeiro presidente foi Samora Machel. Nestes anos de guerra e destruição, a maior parte dos portugueses que viviam em Moçambique saíram do país, assim como muitos moçambicanos que procuravam refúgio em países vizinhos como por exemplo a Zâmbia. O Acordo Geral de paz aconteceu em 1992.

A partir daí foi iniciada uma nova era em Moçambique, onde o ouro e a madeira foram substituídos pelo turismo, melhorando a cada dia sua infraestrutura.

Menu

  1. Principal
  2. O Consulado
  3. Moçambique
  4. Notícias
  5. Visto
  6. Turismo
  7. Fotos
  8. Contatos
Entre em contato pelos telefones: (031) 99843-5272 | (031) 98991-8000 | (031) 3109-0008 | contato@consuladomocambique.com.br
MG 10 - Km 22 - Bairro Jardim da Gloria - Vespasiano - MG - CEP 33.201-970

Todos os direitos reservados ao Consulado da República de Moçambique. Vale Telecom